Dicas · Viagem

Viagem – Dá pra fazer tudo por conta própria?

IMG-2834

Eu estou bem longe de ser uma pessoa super viajada nessa vida, mas as poucas (e ótimas!) viagens que fiz foram 100% planejadas por mim e pelo meu marido e totalmente por conta própria.

Como assim?

É muito mais fácil ir na CVC e fechar um pacote completo, mas nem sempre compensa, não só financeiramente, mas pela aventura em si.

Se você tem vontade de fugir desse roteiro fechado das agências vem comigo que te ajudo, são horas e horas de pesquisa e alguns sites serão seus melhores amigos para planejar uma viagem:

Booking – bons preços de hotéis e super confiável

Airbnb – confiável, ótima maneira de se hospedar sem gastar muito

Tripadvisor – Avaliações reais de hotéis, restaurantes, passeios – Não fico sem

Google Maps – Já expliquei aqui como eu uso o Maps e também gosto de ver o que tem nas redondezas e ver as avaliações do Trip e dá pra baixar mapas offline que quebra um galho quando está sem 3G.

Aéreo

Definiu o local? Hora de buscar as passagens, se você não tem as datas fechadas o Skyscanner mostra os dias mais baratos do mês escolhidos, caso tenha flexibilidade dos dias vale muito consultar. Os sites das companhias aéreas também são uma ótima opção, compramos assim nossas passagens para Punta Cana, Santiago e para Buenos Aires (primeira vez que fomos) pela Gol, Latam e Aerolíneas Argentinas, respectivamente. O Decolar também é bem seguro, usamos para comprar a passagem para Buenos Aires e era apenas uns 20 reais mais caro que no site da companhia, com a opção de parcelamento.

Onde ficar?

Acho que procurar hotel e Airbnb é a parte menos complicada. O que dá trabalho é escolher o bairro, a região, entender as proximidades de onde você vai ficar e isso é muito importante. Sabe o motivo que 60% (tô chutando esse número) das pessoas que foram para Buenos Aires não gostaram? Eu acredito que é porque elas se hospedaram no centro. Você pode ir em qualquer agência e todos os hotéis que eles tem como opções são na região central e GENTE, você ficaria no centro da sua cidade? Eu jamais ficaria no centro de São Paulo, então porque fazer isso em um país desconhecido?

Se for ficar no Airbnb leia todos os comentários, se possível escolha a propriedade com mais opiniões dos viajantes, porque em Santiago como escolhemos ficar em um bairro próximo ao centro, Lastarria e fiquei bastante preocupada com a segurança e 100% dos comentários falava que era uma região segura.

Um site que sempre me ajuda a escolher o bairro para ficarmos é o Viaje na Viagem ele é extremamente completo e ajuda muito nesse quesito.

O Tripadvisor é essencial para ver fotos reais dos hotéis e comentários dos hóspedes.

Onde e como ir?

Google!

Ache blogs (O meu é ótimo! hahahaha) pesquise, pesquise, leia comentários, entre no Tripadvisor.

Sabe o melhor de você planejar sua própria viagem? Fugir dos passeios pega turistas. Em duas vezes que estivemos em Buenos Aires não tivemos a MÍNIMA vontade de ir assistir um show de tango e não tem problema nenhum nisso! Caminito? Também fugimos e tudo bem! Montar o seu roteiro com a sua própria vontade é incrível!

No Chile, dá para ir em todas vinícolas sem precisar contratar um passeio e o valor final fica 1/4 dos cobrados pelas agências de turismo.

Tem perregue? Tem! Mas é tão incrível você ser responsável por cada minuto da sua viagem, que não tem preço!

Em breve vou fazer um post de como ir para o Valle Nevado versão low cost.

Anúncios
Dicas · Produtos

Protetor facial bom e barato para pele oleosa

Meu protetor facial acabou e fui meio que no escuro comprar outro. Tinha ótimas indicações porém caras e algumas marcas já usei mas não gostei 100%.

Esse da Nivea foi uma ótima surpresa, paguei cerca de R$ 35,00 e fiquei com o pé atrás no começo.

IMG_3028

Mesmo agitando bem a textura dele é bem líquida e pensei: “Isso não vai dar certo”, mas deu! Ele seca super rápido e quase não não tem cheiro. Não achei que ele controla o brilho da pele, mas também não acrescenta, sabe?

Ótimo custo benefício!

Dicas · Restaurantes · SP · Vinhos

Vinho no Boteco – Rubi Wine Bar

O Vinho no Boteco é um festival novo que acontece em restaurantes do dia 03 ao dia 13 agosto, a proposta é que os vinhos sejam vendidos a preço de importadora – em garrafa ou taça. Legal, né?

IMG-1863

Aproveitando a ocasião fui conhecer o Rubi Wine Bar (Alameda Jaú, 1595, Jardins), assim que entrei no lugar pensei, “por que nunca vim antes?” Ele é bem decorado, tudo na temática do vinho, mas sem cair no brega, e bem romântico.

IMG-1858

A carta de vinhos não é tão extensa, mas há boas opções. Pedimos um argentino La Linda, um bom malbec que está no festival por R$63,70. O cardápio é ótimo, tem diversos tipos de entradas e pratos, achei os valores bem ok.

Nós pedimos uma panelinha de alheira, que é um embutido frito e delicioso, harmonizou bem com o vinho escolhido.

IMG-1867

No site do Festival há a lista dos restaurantes e vinhos participantes com os valores das garrafas, eu achei uma ótima iniciativa, bons vinhos e bons preços para acompanhar esses dias frios em São Paulo.

Dicas · Livros · Sem categoria

Dica de Livro: Ninfeias Negras

Eu sou formada em Comunicação Social – Jornalismo e a matéria que eu mais amei foi história da arte (sei lá eu porque fazia parte da grade, maaaaas…) enfim, o que isso tem a ver com o livro do Michel Bussi, publicado pela Editora Arqueiro? T.U.D.O

A história se passa em Giverny, a cidade de Monet, um lugar que desde que vi o primeiro quadro dele na vida eu quis conhecer.  É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista.

130169891SZ

Cada personagem é um enigma à parte,  principalmente as protagonistas. Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.

E eu só posso falar que eu fiquei de queixo caído no final! Primeiro confusa e achando que o autor queria me engambelar porque nada daquilo fazia sentido e depois chocada como a história foi tão bem amarrada que não sobram pontas soltas.

O livro é extremamente detalhista, foca bastante no mundo da arte e das duas uma, quem não conhece muito do tema vai terminar o livro expert ou odiando. Eu fiquei ainda mais apaixonada e encantada pelo assunto,  esse é um dos melhores livros que li neste ano.

 

Dicas · Maquiagem

Três boas bases para pele oleosa

Maquiagem é algo que gosto e que faz parte do meu dia dia, não levo nem 5 minutos para fazer uma make básica com base, corretivo, pó, blush e arrumar as sobrancelhas.

Como minha pela é oleosa, assim como de quase todos brasileiros, decidi dar a minha opinião sobre três produtos que comprei e usei.

IMG_1451

Timewise – Mary Kay – R$64,00

Essa é a base mais cara que usei ultimamente, não que ela seja “MEU DEUS QUE CARA!” mas pra usar todo dia é acima da média. Ela é bem seca, mas não craquela a pele, sabe? A durabilidade dela é a melhor das três, vale investir para alguma festa ou evento que você quer chegar e sair bem. Sobre a cobertura, é média para alta, a cor que uso é a Beige 4. Vale o investimento!

Vult Matte – R$32,00

Comprei essa base meio no escuro, nunca tinha usado nada para pele da Vult, mas tinha visto boas resenhas dela, fui em um quiosque e achei a textura muito boa, é a melhor das três, a pele fica com um aspecto aveludado, bem sequinha, porém, infelizmente a cobertura dela é baixa. Nas olheiras sempre faço duas camadas e mesmo assim não cobre bem, acho que por isso acabo usando muito produto, logo não vale a pena. A cor, que eu acho que mais de adequa a minha pele das três é a Bege 02. Não voltaria a comprar essa base, mas tentaria outra da Vult, como a HD.

Ruby Rose Matte – R$10,00

Comprei esse produto porque todo mundo tinha e eu sou todo mundo hahaha! Paguei 14 reais mas no site da marca está por 10. Acho a base ideal para o dia dia a cobertura dela é bem alta, por isso é necessário usar apenas uma gotinha da base, ela é bem seca, tanto que só uso pó compacto onde passo corretivo, no resto do rosto não tem necessidade. Mas como nada é perfeito, no calor ela transfere muito, praticamente derrete do rosto, para quem mora em regiões mais quentes do país, isso é realmente um problema, outro ponto é que e em fotos ela “estoura” sabe? Quando bate o flash a pele fica mais clara do que está pessoalmente, então para festas não recomendo. No geral ela é a melhor base com custo benefício que usei nos últimos tempos. Uso a cor L2, mas estou com dificuldades de achar =\

IMG_1453

Dicas · Restaurantes · SP · Viagem

Campos do Jordão em menos de 24 horas

DSC03000

Apesar de ser perto de São Paulo, eu nunca tinha visitado Campos, aproveitei o mês de março para dar uma pesquisada no preço das diárias. Vale um dica, fora do inverno os hotéis tem preços super acessíveis e mesmo assim é possível pegar um clima bem gelado.

Hotel

Pelo Booking reservamos um quarto no Hotel Golden Park, ele não é localizado no centro de Capivari, e sim na entrada da cidade uns 8 quilômetros dos restaurantes e do comércio. Isso pode ser um ponte negativo, mas a vista e a tranquilidade do hotel faz valer a pena a distância.

DSC02903
Vista do quarto

Os quartos são bem novos, quentes (com dois aquecedores) e aconchegantes. O chuveiro também é bem gostoso, o café da manhã é simples mas gostoso. Pagamos cerca de 160 reais na diária, vale muito a pena!

DSC02929
Hotel Golden Park

Pontos Turísticos

Acredito que todos conheçam o teleférico que leva até o Morro do Elefante, certo? Mas também é bem tranquilo subir de carro e apreciar a vista. Lá em cima é um pouco abandonado, não há muitas opções do que fazer, há o Museu do Elefante que é bem tosco e rende algumas risadas. Mas é realmente bonito ver uma cidade tão linda lá do alto, então não deixem de ir.

DSC02945

Como tivemos pouquíssimo tempo na cidade, chegamos às 18 horas e fomos embora após o almoço do domingo, não fizemos muita coisa, mas o centro da cidade é um belo passeio e no caminho para casa vale a parada na Vista Chinesa, é é perto da entrada da cidade tranquilo de parar e tem uma paisagem a perder de vista.

DSC03028
Vista Chinesa

Restaurantes

Eu nunca imaginei que em março iríamos pegar 8 graus! Saímos de São Paulo com 25 e chegamos lá com 14, estão preparem-se a temperatura é realmente muito mais baixa do que aqui, e para combinar com esse clima nada melhor que um fondue, né?

Antes paramos na famosa Baden Baden, que é bem cheia e bem mais cara do que eu esperava, tomamos apenas uma cerveja e foi legal, mas para comer e continuar bebendo não compensa.

Ali perto fica o Cantinho da Serra que não é nada badalado mas tinha visto boas resenhas sobre ele. É um restaurante simples, super aconchegante com diversos aquecedores (importante isso) ótimo atendimento. O fondue de queijo era maravilhoso e veio acompanhado por pães, batata noisette e brócolis, e você pode repetir, não sei se porque era fora de temporada, mas pedimos outro fondue, mais acompanhamentos e não foram cobrados adicionais. O valor de 99 reais (acho!) também incluía o de chocolate, que estava igualmente delicioso, também com diversas frutas para acompanhar. Também há boas opções de vinho, resumindo foi um dos melhores lugares que já comi (qualidade e quantidade) e um conta super justa! Recomendo de olhos fechados!

Para fechar, almoçamos o Pastel do Maluf depois da esbórnia na noite anterior nem estávamos com muita fome, mas o pastel da para dividir tranquilamente. Ele não é barato, cerca de 25 reais, mas vale tudo isso mesmo.

DSC02993

Resumindo, Campos é uma cidade linda, linda mesmo, não só o centro, apesar de cara, vale o passeio, a estrada tem pontos lindos, o clima é agradável e bem romântica, Quero voltar outras vezes.

 

Dicas · Livros

Três livros surpreendentes

Amo ler, sou apaixonada por romances, literaturas e ultimamente comecei a me interessar pelo gênero policial e suspenses.

Tive ótimas descobertas nessas categorias, sabe quando acontece uma reviravolta na história que te deixa sem fôlego? Vou dividir com vocês três livros que me surpreenderam:

Deixei você ir

Deixei você ir é o livro mais recente que eu li e que foi lançado há pouco tempo pela Intrínseca. Toda história se desenvolve a partir do atropelamento do Jacob, um menino de 5 anos que acaba morrendo na tragédia enquanto o motorista foge sem prestar socorro. Sem nenhum tipo de spoiler, mas uma das histórias que se passa no ano após o acidente não é do personagem que parece ser. O livro que é parado no começo, tem uma reviravolta na metade e continua de forma angustiante e surpreendente. Eu não amei o desfecho, mas vale muito a leitura.

livro

Uni-Duni-Tê também é um livro recente e é o típico livro policial, digo policial dos bons! Há uma série de sequestros duplos, sempre um sobrevive e o outro morre, não há outra opção. O livro me prendeu do começo ao fim, é muito triste quando você desvenda a história na metade, né? Isso felizmente não acontece neste livro! Os detalhes são descritos com perfeição, eu senti um misto de raiva, dó e ódio, é um ótimo livro.

As-Gêmeas-do-Gelo

As Gêmeas do Gelo é um livro que indico de olhos fechados para todos que pedem uma sugestão. Apesar dessa capa feia, é um livro totalmente surpreendente! A sinopse é a seguinte.”Um ano depois de Lydia, uma das filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia o mundo deles desaba mais uma vez”. O livro vai MUITO além desse pequeno resumo, ele é perturbador e enigmático e há umas fotos que te ajudam a “compor” a imaginação.

Espero que gostem das sugestões 🙂