Passeio · Viagem

RJ – Cristo Redentor

Em janeiro passamos uma semana no Rio de Janeiro, nunca havia visitado a cidade então fizemos todos os passeios turistões de lá.

Eu esperava o Cristo IMENSO que desse para ver nitidamente de todos os cantos da cidade, mas não é bem assim. A montanha que ele fica é a maior de todas, mas o monumento em si, olhando lá de baixo é pequeno.

DSC02540
Pensa em um lugar cheio

Para chegar até lá há algumas opções: O Trem Corcovado que na alta temporada custa 74 reais por pessoa e deve ser bem legal, já que o caminho é lindo! Tem as Vans autorizadas que sai de diversas regiões da cidade e também é possível ir de carro, como foi nosso caso, mas não sei se recomendo. Primeiro, o caminho não é fácil, foi um amigo nosso que mora no RJ e já fez o percurso mil vezes e mesmo assim se confundiu para chegar no “pé” da montanha. É um subida super íngreme, então não é qualquer carro que sobe e depois para parar lá em cima é super concorrido. Então acho que a van ou o trem são boas opções.

Chegando lá é tudo super bem organizado, você entra em uma loja de souvenires gigantesca e lá também vende os ingressos da van que sobem até o cristo, isso mesmo, você chega até uma parte do percurso, mas para continuar só com as vans credenciadas. Na alta temporada ela custa 40 reais por pessoa.

Sabe expectativa x realidade, isso acontece muito no Cristo! Lá em cima é abarrotado de gente, você leva várias “braçadas” na cara porque todo mundo quer fazer pose, não é fácil!

DSC02556
É normal a visibilidade estar prejudicada

Lá em cima também é super quente e pode acontecer da visibilidade não estar muito boa, como aconteceu com a gente.

Posso dar um conselho? Se você tiver que escolher entre ir ao Corcovado ou ao Pão de Açúcar, eu ficaria sem dúvida com a segunda opção. É muito emocionante ver o Cristo de perto, porém não há nada o que fazer além disso. É uma experiência válida, mas não tão necessária.

Passeio · SP · ZL

Festa das Cerejeiras – Parque do Carmo

O Parque do Carmo é conhecido pela festa da Cerejeiras, o evento está na 39º edição e este ano está marcado para os dias 4, 5 e 6 de agosto, mas sinceramente eu não recomendo a ida.

7C56AB75-490F-4B6F-A64F-2D8FC43B746A
No ano passado, um final de semana antes da Festa da Cerejeiras

Calma, vou explicar! O Parque fica longe para a maioria das pessoas (não é meu caso) e a estrutura dele não é boa, por exemplo, fomos no último domingo e o estacionamento é um caos, não há um guarda para auxiliar, os carros e bicicletas dividem o mesmo espaço o que é muito perigoso e todo domingo ele é MUITO, MUITO CHEIO!

E sabe o que acontece no final de semana da Festa da Cerejeiras? O PARQUE FICA INSUPORTAVELMENTE CHEIO! É impossível chegar, vira um trânsito sem fim na região, e você passa tanto perrengue que nem acaba apreciando direito  as cerejeiras, que também estarão apinhadas de gente.

3A0405CD-91B6-4168-8DAA-904376B7C168
Tranquilidade

Ah, então você só fez esse post para reclamar, Gabriela? Não, não! Eu vim dar uma dica de ouro para vocês: ir um final de semana antes da Festa! Isso mesmo, vão no próximo sábado e domingo, provavelmente nem todas as cerejeiras estarão com flores, porém será tranquilo, dá para levar uma canga e ficar sentado por lá (que é umas das partes mais bonitas do parque, a entrada dele assusta um pouco pela quantidade de gente, mas passando essa parte tem áreas lindas). Caso tenha pouca flor, o final de semana pós evento também é uma opção.

IMG-1749
No último final de semana, as flores começando nascer

Fizemos isso o ano passado e foi incrível, vazio e lindo! Neste domingo só havia uma árvore com flores, mas  já enche os olhos e o coração com tanta beleza ❤